Hot

José Emílio-Nelson – Sonetos Glaucos

Sonetos Glaucos  de José Emílio-Nelson, editado anteriormente em publicação dispersa, é uma edição DSO, (Figueira da Foz, 2020) de um livro de poemas com 31 páginas, numa tiragem de 100 exemplares.

José Emílio-Nelson
José Emílio-Nelson, poeta, crítico e editor, é o pseudónimo literário de José Emílio de Oliveira Marmelo e Silva, nascido em Espinho, em 17 de Maio de 1948. Iniciou a sua obra em 1979, com o livro Polifonia, e poesia recolhida em 2004, no volume A Alegria do Mal, prefaciado por Luís Adriano Carlos.

Crítica sobre a poesia de José Emílio-Nelson, por Luís Adriano Carlos:

«José Emílio-Nelson, editor dos seus próprios livros, é um daqueles poetas que a crítica insiste em não reconhecer como uma das vozes mais originais da poesia portuguesa das últimas duas décadas. Situando as suas referências numa genealogia heteróclita e maldita que passa principalmente por Sade, Lautréamont, Rimbaud, Nietzsche, Jarry, Ângelo de Lima, Artaud e Bataille, associa com ostensivo sentido derrisório uma altivez aristocrática da expressão a um hieratismo litúrgico em que o simbolismo sacral da linguagem é atravessado por intensos odores de profanação escatológica. Poesia que cinicamente recusa a ética da virtude e dos bons sentimentos, encontra na reinvenção de uma inconfundível estética do vício e da crueldade o melhor caminho para separar a estética da moral e exercer sem contemplações uma crítica ética da natureza infra-humana ou demasiado humana que a Moderna poesia virtuosa e benquista acaba por camuflar sob o manto da beleza, do bom gosto, da razão ou mesmo do prestígio cultural. Dionisíaca e satânica, dissolvendo as imagens da tentação em cenários que evocam o mundo-cão boschiano e enfatizando a violência transgressora do erotismo, liberta das palavras as suas pulsões mais negras com vista a uma teatralização da escrita plena de descrições que perfuram perversamente os objectos nomeados. Tudo isto implica uma desarmante consciência da escrita como gozo sensual e libidinoso, apesar de contida e despojada, ou como voluptuosa deglutição de fragmentos citacionais, oriundos de toda uma rede de textos literários e artísticos, que actuam reactivamente no metabolismo do discurso para proporem um pacto de leitura assente no mais excessivo dos desconfortos críticos.»

 

 

Os livros são acompanhados por um marcador de livro, criado pela ilustradora Inês Veloso.

7.00

Esgotado

This auction is ended

Categoria:
UsernameBid AmountDate
p*******o7.002022-04-30 08:41:46
j**************15.002022-04-25 18:48:42
Start auction5.0023/4/2022 12:00:00

Avaliações

Ainda não existem avaliações.

Seja o primeiro a avaliar “José Emílio-Nelson – Sonetos Glaucos”